Nióbio, Metal Estratégico

Por Adriano Benayon

Está em nosso País a quase totalidade das jazidas conhecidas no Planeta do nióbio, minério essencial para as indústrias aeronáutica e aeroespacial, para  a indústria nuclear, inclusive armas e seus mísseis. A atual tecnologia faz o nióbio, graças à sua superioridade substituir metais, como molibdênio, vanádio, níquel, cromo, cobre e titânio, em diversas outros setores industriais.

2. Embora a maioria das pessoas nem saiba o que é nióbio ou para que serve, esse mineral mostra emblematicamente,  como  o País, extremamente rico em recursos naturais, permanece pobre, além de perder, sem volta, esses recursos, e de se estar desindustrializando, sobre tudo nos setores de maior conteúdo tecnológico.

3. A primarização da economia brasileira é fato confirmado até nas estatísticas oficiais. O Brasil está cada vez mais importando produtos de elevado valor agregado e exportando, com pouco ou nenhum valor agregado, seus valiosos recursos naturais.

4. Isso acarreta baixos níveis salariais no País e também a gestação de crises nas contas externas, cujo equilíbrio sempre dependeu de grandes saldos (que agora estão definhando) no balanço das mercadorias, para compensar o déficit crônico nas contas de “serviços” e de “rendas”  do Balanço de Pagamento.

5. O que está por acontecer de novo já ocorreu antes, quando  a oligarquia financeira mundial atirou o Brasil na crise da dívida externa de 1982/1987. Os prejuízos decorrentes dessa crise foram grandemente acrescidos com o privilegiamento do “serviço da dívida” no Orçamento Federal, instituído por meio de fraude, no texto da Constituição de 1988. Esse “serviço” já acarretou despesa, desde então, de 6 trilhões (sim, trilhões) de reais, com a dívida pública externa e interna, esta derivada daquela.

6. Tudo isso concorreu para  agravamento da situação gerada pelo defeito original do modelo: ter, desde 1954, favorecido os investimentos diretos estrangeiros com subsídios e vantagens maiores que os utilizáveis por empresas de capital nacional. Estas foram sendo eliminadas em função da política econômica governamental. As que restaram tornaram-se caudatárias das transnacionais e de interesses situados no exterior.  Vê-se, pois, a conexão entre os grandes vetores de empobrecimento e de primarização da economia nacional

7. O niobio é tão indispensável quanto o petróleo para as economias avançadas e provavelmente ainda mais do que ele. Além disso, do lado da oferta, é como se o Brasil pesasse mais do que todos os países da OPEP juntos, pois alguns importantes produtores não fazem parte dela.

Números

8. Cerca de 98% das reservas da Terra estão no Brasil. Delas, pois,  depende o consumo mundial do nióbio. A produção, cresceu de 25,8 mil tons. em 1997 para 44,5 mil tons., em 2006. Chegou a quase 82 mil tons. em 2007, caindo para 60,7 mil tons., em 2008, com a depressão econômica (dados do Departamento Nacional de Produção Mineral). Estima-se atualmente 70 mil toneladas/ano. Mas a estatística oficial das exportações brasileiras aponta apenas 515 toneladas do minério bruto, incluindo “nióbio, tântalo ou vanádio e seus concentrados”!

9. Fontes dignas de atenção indicam que o minério de nióbio bruto era comprado no garimpo a 400 reais/quilo, cerca de U$ 255,00/quilo (à taxa de câmbio atual e atualizada a inflação do dólar).

10. Ora, se o Brasil exportasse o minério de nióbio a esse preço, o valor anual seria US$ 15.300.000.000 (quinze bilhões, trezentos milhões de dólares). Se confrontarmos essa cifra com a estatística oficial, ficaremos abismados ao ver que nela consta o total de US$ 16,3 milhões (0,1% daquele valor), e o peso de 515 toneladas ( menos de 1% do consumo mundial). Observadores respeitáveis consideram que o prejuízo pode chegar a US$ 100 bilhões anuais.

11. Mesmo que o nióbio puro seja cotado a somente US$ 180 por quilo, como indica o site chemicool.com, ainda assim, o valor nas exportações brasileiras do minério bruto correspondia a apenas 1/10 disso. O nióbio não é comercializado nem cotado através das bolsas de mercadorias, como a London Metal Exchange, mas, sim, por transações intra-companhias.

12. Há, ademais, um item, ligas de ferro-nióbio, em que o total oficial das exportações alcança US$ 1,6 bilhão, valor mais de 100 vezes superior à da exportação do nióbio e de minérios a ele associados, em bruto. O mais notável é que o nióbio entra com somente 0,1% na composição das ligas de ferro-nióbio. Vê-se, assim, o enorme valor que o nióbio agrega num mero insumo industrial, de valor ínfimo em relação aos produtos finais das indústrias altamente tecnológicas que o usam como matéria-prima.

13. Note-se também que a quantidade oficialmente exportada do ferro-nióbio em 2010 foi 66.947 toneladas. O nióbio entrando com 0,1% implicaria terem saído apenas 67 toneladas de nióbio, fração ínfima da produção mundial quase toda no Brasil e do consumo mundial realizado nas principais potências industriais e militares.

Campanha nacional

14. As discrepâncias e absurdos são enormes e têm de ser elucidados e corrigidos. Para isso, há que expô-los em grande campanha nacional, que leve a acabar não só com o saqueio do nióbio, mas também com a extração descontrolada de metais estratégicos e preciosos, sem qualquer proveito para o País, o qual, ainda por cima, fica com as dívidas aumentadas.

15. O desenvolvimento dessa campanha deverá também fazer o povo entender que a roubalheira dos recursos minerais só poderá cessar se forem substituídas as atuais estruturas de poder.

Livro para entender o mundo de hoje "Globalização versus desenvolvimento˜"

* Adriano Benayon é Doutor em Economia. Autor de Globalização versus Desenvolvimento”, editora Escrituras. abenayon@brturbo.com.br (esta é uma versão modificada e atualizada do artigo “Nióbio a Preço de Banana”, publicado em A Nova Democracia, nº 74, Ano 9, fevereiro de 2011.)

Atualização do artigo 07/11/2011

Caros leitores, não resiti de fazer este pequeno acréscimo no artigo de um vídeo que assisti no Youtube com o Enéas falando sobre o Nióbio. Incrível! Ele resume em 3 minutos tudo! Vale assistir

Imagem de Amostra do You Tube


Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

A pressão internacional sobre o Brasil é tão grande que o proprio presidente Lula, conecido como nacionalista, teve de ceder na entrega das terras da chamada Raposa Serra do Sol a uma inexistente nação ianoimani, sob o pretexto de proteção aos indios, ficando livre da fiscalização das forças armadas.
Dessa forma, ficou facilitada a entrada de estrangeiros e exploração das riquesas nacionais por ONGS e organizações pseudo-religioss e pseudo-cientificas nas terras indigenas.
Não será surpresa se essas terras forem declaradas propriedade de uma nação, e posterior desagregação e perda de um vasto e rico territorio nacional.

Muito interessante e importante este artigo. Os chineses estao atentos a estes tipos de metais.Sou bióloga, mas como moro no exterior, fiquei meio surpresa com a seguinte reportagem e gostaria que comentassem, se possível, se esta estória de privatizacao de jamari. Isso é realmente verdade?
http://www.inest.uff.br/index.php?option=com_content&view=article&id=175:floresta-privatizada-em-rondonia-esconde-niobio-o-mineral-mais-estrategico-e-raro-no-mundo&catid=99:prodestrategico&Itemid=78

Ao receber um e-mail com a informação sobre o que os politicos estão fazendo com o minério Nióbio, fui pesquisar para ver se erra verdade, pois não acreditei no que li sobre o assunto, e fico ainda mais espantado ao ver reportagem a qual acabei de ler.
Já tinha visto e ouvido muita coisa, mas igual barbarie acho que não vou mais ver. Em outras palavras roubar desse jeito a te Deus duvida, gente gostaria de saber o que passa na cabeça dessas pessoas????????????????
Deus seja louvado.

Ouvi falar pela 1a.vez da existência desse minério a alguns dias e fiquei indignada com o pouco caso das autoridades brasileiras. Após ler este artigo minha frustração é ainda maior. Cabe urgentemente uma campanha para acordar a nação!

Obrigado pelas informações !

Olá Victor. Obrigado pelo comentário. Acredito que todos tenham interesse em saber mais sobre o Nióbio. Temos um livro que trata sobre o assunto que será lançado a segunda edição brevemente. Confiram http://www.thesaurus.com.br/livro/20/amazonia-a-grande-cobica-internacional/?affid=meioambiente.

Gelio Fregapani em seu livro Amazônia a grande cobiça internacional já fala sobre o que está acontecendo com esses e outros minerais importantes em terras brasileiras. Grande coincidência que na Raposa-Serra do Sol existem grandes jazidas de ouro e outros minerais. http://www.thesaurus.com.br/livro/20/amazonia-a-grande-cobica-internacional

Meus caros ativistas, tenho acompanhado as matérias relacionada ao nióbio e gostaria de saber se há alguma forma de nos concentrarmos para melhor sermos ouvidos? Por meio de site de relacionamento ou uma outra forma mais presencial.

Desde já quero parabenizar o Victor pelo post.

Caro Adriano,

Agradeço as informações compartilhadas, mas creio que seja o momento de fazermos algo.
Algum de vocês tem idéias concretas? Que tal se usássemos o Avaaz ou algum outro grupo para nos ajudar a divulgar e defender nosso país e nossas riquezas?

Abraço,

Celso

Parabéns velho, é bom ter pessoas como vc, deixando claro ao povo brasileiro o qto o nosso país é mal administrado e como nossas riquezas são roubadas.

Estou enojada com a insensibilidade de nossas “autoridades”. Quantos brasileiros não estão pagando caro por causa desse absurdo. A verdade é que é tão…inacreditável que nem sei como chamar isso.
Na palavra de Deus Ele dia que Seu povo perece por falta de conhecimento, o que se aplica em gênero, número e grau ao povo brasileiro.
O que me couber fazer para mudar esta triste realidade farei.
Estou às ordens.
Seus trabalho terá bons frutos
Parabéns

Caros Vitor e Adriano, antes de mais nada, parabéns, pela matéria, tomei conhecimento há alguns dias, através de um e-mail de meu irmão, que vem assinado por Maria Perétua Garotti. É para se ficar extremamente perplexo, com notícias como esta. É preciso saber até que ponto nossos políticos estão coniventes com tal barbaridade, e serem precionados pela opinião pública.

Gente eu não pude fechar meus olhos para essa nova realidade… realidade essa que nos levará a ocuparmos um lugar de respeito no mundo… um abraço

paulinho cachoeira ptb sp

Poucos brasileiros conhecem ao menos parte da realidade.
Carlos Camacho

A energia vem dar uma nova ordem mundial , [ois as usinas atömicas seráo desativadas. A Bomba atömica já é do passado pois agora temos o Haarp.
É a hora do Nióbio!
As usinas seráo de H2 e náo de Uränio.
Os carros deveriam ser eletricos ,grande consumo de Nióbio e lítio da Bolívia.
Ah se tudo isso fosse racional tudo estaria resolvido.Mas há o vil metal em lide.

estou extremamente chocada,não conhecia esse minerio,isso mostra como o brasileiro esta desligado do que acontece em seu país.Farei o possivel para divulgar isso entre as pessoas que conheço. Parabens por nos mostrar a verdade.

Fiquei perpelxo com os números… como é possível um balanço contábil de exportações tão discrepante? Parece-me aberração demais para não ter chegado ao Ministério Público ou outro órgão semelhante… numa procura rápida por empresas brasileiras que atuam nessa área, encontrei a CBMM (www.cbmm.com.br), que possui várias filiais em outros continentes… acho que vale um contato com a assessoria de comunicação daquela empresa para tentar esclarecer algo… vou tentar oportunamente…

Karaka meu!!! Que loucura . . .
Nunca tinha ouvido falar nisso. O povo brasileiro realmente está fora do que lhe interessa. Enfiam-lhe guela àbaixo, novelas … faustão … etc. etc

UM ABSURDO ISTO TUDO TM QUE SER LEVADO AO CONHECIMENTO DA NAÇÃO E TODA POPULAÇÃO, O BRASIL TEM UM NOVO TIPO DE OURO, O NIOBIO, TEMOS QUE FAZER COMO O AÇO, PREPARA-LO EM CHAPAS , BARRAS, GERAR EMPREGO COM SEU RECURSO ALEM DE VENDE-LO A UM PREÇO JUSTO.
TEMOS QUE VALORIZAR O QUE É NOSSO, JA CHEGA O PRESAL QUE ATE AGORA SO VEMOS SEUS DERIVADOS SUBIR, E A QUALIDADE DIMINUIR.
TEMOS QUE LEVAR ISTO A JORNAIS FALADO, JORNAIS DE MAIOR CIRCULAÇÃO NO PAIS, EM TODAS REGIÇOES
ESTES RECURSOS EM VENDA DO NIOBIO E O NOSSO PETROLEO, TEM QUE SER UINVESTIDO, NA EDUCAÇÃO, SEGURANÇA, SAUDE, MELHORAR A QUALIDADE DE VIDA DOS BRASILEIROS, INVESTIR EM TECNOLOGIA, FERROVIAS, ESTRADAS, TEMOS ESTES DIREITO.

Que nosso Brasil vem sendo mal administrado é fato, tivemos uma fase que se descobriu a estabilidade financeira, bom começo, na sequência veio a administração 100% política, sem profissionalismo, agora voltou a melhorar um pouquinho, falta saúde, educação técnica e segurança para se almejar um norte. Quanto ao NIÓBIO, tem muita lenda, é nobre, mas as jazidas estão por todo o mundo, Canadá, Africa, Rússia e em especial no Gabão, aqui, estão nos roubando mesmo as riquesas mais fáceis de trasportar e de fácil “desova”
Só teremos um povo mais respeitador quando as leis forem feitas por executivos,e que se inicie punição aos crimes de colarinho branco.

o que vc acha que avioes americanos estavam fazendo no brasil em meados de 2005, fazendo imagens com tecnologia para identificar o tipo de minerio existente no solo brasileiro?, esta informaçao nao saiu na midia por causa da diplomacia, este aviao foi escoltado pela força aerea brasileira ate a fronteira amistosamente, e pede o que foi feito com as imagens, essa informaçao descobri por meio de diplomata brasileira, existe muito mais por baixo da visita do presidente americano no brasil este ano, do que a midia divulgou, o que um pais que gosta de custear guerra quer aqui num momento critico para eles? nao vou estranhar nada se acontecer uma atentado terrorista na copa e olimpiadas no brasil, e começarmos a ser invadidos por tropas americanos, espero sinceramente estar errada com relação a isso, mas qual foi a desculpa da invasao ao iraque, ja mataram sadam e o bin laden ( se e que este existiu)e as tropas ainda estao naquela regiao, porque será?

o povo nao acorda, porque o lula ofereceu o pao e circo, lembram de historia na epoca de roma, o que julio cesar dava ao povo para distrair dos reais problemas que a populaçao passava, e o povo aceita o dinheiro doas bolsas do governo e ainda defende o partido se soubessem o que estao aceitandom jamais iriam concordar com essa politicagem, o problema e que o povo ainda nao acordou, que e ele que tem o poder, so que nao sabe usar e se submete ao que o governo quer, desculpa a expressao, mas no brasil a politica e um bando de prostitudos dos americanos.

muto boa estas informaçoes deveriamos divular para mais pessoas estas irresponssabilidade de nossos governantes e faser pressao para que eles valorizasem mais nossas riquezas

Temos um pequeno jornal semanal no interior e pretendemos fazer uma matéria sobre o Nióbio.Estamos coletando material. Tem alguma coisa que ainda não tenha saído nos grandes veículos de comunicação? Obrigado.

ENTAO É POR ISSO QUE O LULA ERA O CARA LA FORA VIVIA APERTANDO A MAO DE TUDO QUE ERA PRESIDENTE AGORA TA EXPLICADO NOS TEMOS UMA COISA QUE QUASE TODO O MUNDO QUER E TA SAINDO DE GRAÇA SEM NINGUEM SABER A GLOBO COMO SEMPRE ACOBERTOU O CASO ELA NUNCA TOCOU NESSE ASSUNTO ENTRE NO CANAL – VERDADE OCULTA NO YOUTUBE
O EUA VAI FALIR DE PROPOSITO A CRISE VAI PRO MUNDO INTEIRO NAO SE ILUDA ESTAMOS NOS FINS DO TEMPO NAO SEJAM ENGANADOS

Prezados, Srs. Adriano, Celso, se usássemos o Avaaz ou algum outro grupo para nos ajudar a divulgar e defender nosso país e nossas riquezas, seria de grande valia. Leiam:

http://niobiomineriobrasileiro.blogspot.com/2008/12/niobio-minerio-brasileiro-parte-01.html

http://niobiomineriobrasileiro.blogspot.com/2010/12/roraima-amazona-riquezas-cobicadas.html

Saudações,

Fiquei encabulado com os números apresentados. Ha pouco tempo li no Estadão sobre o tal metal, onde afirmaram na reportagem que a CHINA é quem detem 97% das jazidas desse mineral. Será informação truncada, ou já estão ‘nos preparando’ manipulando a imprensa? Porque se não soubermos das riquezas encondidas não teremos do que reclamar.

Tenho 47 ano e nunca ouvi falar neste Metal, apesar de trabalhar na area de Eletromedicina. este metal tem aplicaçoes
infinitas Gostaria que governantes nos desse uma resposta de como e tratado esse minerio eu meu Pais .. Vou me lembrar disso nas epocas dos show micios. QUERO UM PAIS MELHOR.

Eu,tenho 52 anos e também nunca tinha ouvido falar sobre esse METAL NIOBIO,SÓ HOJE FIQUEI SABENDO,PORQUE MEU FILHO ME FALOU E FUI PESQUISAR NA INTERNT CHEGANDO ATÉ AQUI.
Gente é um absurdo mesmo o que fazem com nosso país,fico desanimada…pois são tantas as dificuldades que nós brasileiros enfrentamos,e pensar que poderia ser diferente…Nosso país seria,um país de primeiro mundo.

Todos os comentários são válidos, mas infelismente estamos totalmente desprotegidos, o governo, a mídia, os políticos e os mega empresários conhecem o problema e com certeza não só são coniventes mas estão abocanhando uma grande fatia desse bolo.
Grendes nomes como o saldosíssimo Prof. Eneas já tentaram se manifestar a respeito mas ou morrem ou vivem ameaçados e porisso não se pronunciam.(vide:
http://www.youtube.com/watch?v=WQhR0Dvtnn8)

sempre ouvi sobre metal raro, agora raro é dignidade, honra e responsabilidade, realmente somos ingenuos acreditando que outrora pais em desenvolvimento, hoje seriamos emergentes. Talvez o correto seria subservientes

Fiqei sabendo atraves de um email sobre o niobio, fiquei assustada com o que li, e resolvi pesquisa lendo todos as materias e site que encontrava. Eh realmente mais um descaso a to populacao brasileira, temos um mineral que pode resolver muitos problemas sociais e entre outras coisas. E nossos governantes continuam entregando tudo a preco de banana, alias, issso me lembra a epoca do ouro, qud eramos colonia e enriquecemos a Inglaterra. Quando vamos sair desse ciclo, uma pais com tamanhas riquezas, temos que fazer algo. Li os comentarioa acima se todos nos reunirmo por esse ideal. Oque podemos fazer de concreto???

Impressiona e causa ódio o Brasil ser administrado por políticos tãos analfabetos e alienados aos interesses do Estado brasileiro, ao Brasil como Nação soberana. As terras raras existentes no Brasil têm valor maior que o PIB do mundo, que oscila em U$ 40.000.000.000.000,00 (quarenta trilhões de dólares). Por quê? – Por que a indústria da micro-eletrônica, a indústria bélica e química de alto nível de processamento de insumos minerais só existe mundo afora graças ás fontes para produção encontradas no Brasil. O mais insensato – para ser educado – é que esses caras que não representam nada a não ser o interesse de suas famílias e de seus cupinchas em Brasília, sequer sabem o que é Nióbio e, terras raras a esses sujeitos sem instrução nem para pegar em inchada, é terra roxa, preta etc. Além de não saberem onde um Estado nacional deve ser forte e atuante, sequer sabem o que é Estado pois elegem-se ao véu da impessoalidade constituída das propinas e falcatruas. Sem uma elite inteligente de fato e sem uma agência de Inteligência Brasileira, os povos dos países mais industrializados do planeta Terra vem aqui e servem-se do que é nosso e ainda por cima colocam o preço! Queria saber o nome do idiota ou dos idiotas que fazem política-putaria com estrangeiros pois seguramente são mais froxos que suas próprias calças de veludo compradas com dinheiro público financiado para pagar salários estratosféricos para mandatos de papel. Engraçado que quando os brasileiros viajam ou vão ao exterior fazer negócios não se vêem essa bondade estúpida vinda de outros povos. A situação é grave, é gravíssima por que não temos poder de fogo para falar grosso nem com Israel, cujo exército é um dos mais bem armados e eficientes do mundo num país do tamanho de Sergipe. Devemos isso aos 511 anos de corrupção qe rola solta e a um Judiciário que prende bastante ladrão de pão em supermercado, ladrão de comida, de galinhas. Um Judiciário que, em conluio com a omissa imprensa Nacional permite que esses caras que nos obrigam a votar neles nos traiam e traiam a Pátria com tantas negociatas sujas e excusas. O Brasil só vai mudar e se re-inventar se a classe rica, as elites e donos de capital e talvez até o meio artístico re-ivindicar Ordem e Progresso. A realidade do Brasil é desordem sem progresso algum e isso só não enxerga quem não quer. Um país não passa a ser melhor ou mais atuante por que põe uma classe pobre no mercado consumidor. Um país rico é um país onde a indústria é forte, onde os polílicos não são banabóias aventureiros e onde o respeito ao próprio país está acima de negociatas de mais de 200 partidos que não produzem nada. Esses países não precisam de bolsas… para nada. Não temos poder nem força para fechar as portas, nem se os políticos froxos que governam o país quisessem. Não nos enganemos, seríamos atacados por nãções como Rússia, EUA e China que fariam um acordo no conselho de segurança da ONU para se fartarem ‘legitimamente’ do que pertence ao povo do Brasil e fabricarem ainda mais armas para usarem contra nós com os minérios que daqui tiram a preço de banana. Lamentável, pobre país rico e rico país pobre. Sim, há culpados e hoje, quinta-feira 20/10/011 trabalham – trabalham?! – o último dia da semana em Brasília. Se esses sujeitos fosser estadistas fariam do Brasil um país forte e não suas famílias ricas sustentadas à base do suor do surrado povo brasileiro.

É UM ABSURDO UM ROUBO AS CLARAS DE NOSSA PATRIA AMADA(HINO)SÓ SEREMOS SOBERANOS SE NÓS IMPORMOS COM FORÇAS ANTE AAASS PRAGAS DA TERRA EUA E UE.

Acompanho essa situação há muitos anos, também alertando as autoridades deste país de faz de conta. Já troquei mensagens há alguns anos com Dr Adriano Benayon, e li vários artigos de sua autoria. Infelizmente Dr Enéias partiu, mas deixou como legado esse alerta sobre nossas riquezas e sobre os crimes praticados contra nossa Pátria.Principalmente deixou o clamor para que a sociedade acorde e reaja. O Celso deixou uma mensagem perguntando se deveria pedir ajuda ao AVAAZ…Alerto que a maioria dessas ONG’s internacionais estão agindo em prol de interesses estranhos à sociedade brasileira. Pior, ainda deixam uma mensagem pedindo doação. A única saída é O POVO ACORDAR!!! REAGIR! COBRAR ATIVAMENTE, NOSSO POVO PRECISA SE UNIR PARA QUEBRAR ESSAS CORRENTES QUE MANTÉM NOSSO PAÍS NUMA ESCRAVIDÃO MEDONHA E CONTINUADA. Observem o que apresenta Dr Benayon…Só com os U$ 100 BILHÕES ANUAIS. EXPORTADOS E NÃO COMPUTADOS, QUANTOS BENEFÍCIOS PODERIAM CHEGAR AOS BRASILEIROS/AS? É RELEVANTE CHAMAR A ATENÇÃO PARA ESSE FATO. POIS ESTAMOS FALANDO DE CIFRAS QUE JÁ CIRCULAM E NÃO DE ALGUMA COISA QUE O BRASIL PODERIA VIR À PROSPECTAR E EXPORTAR. NÃO! JÁ CIRCULA, SÓ NÃO ENTRA NOS COFRES PÚBLICOS E PORTANTO NÃO CHEGA A QUEM PAGA A CONTA. É MUITO IMPORTANTE EXPLICAR ESSA SITUAÇÃO PARA A POPULAÇÃO. Quanto a proposição de ações…Tenho ciência de que já foram instauradas ações populares no tocante a questão da dívida externa etc minha sugestão seria continuarmos batendo na mesma tecla e verificando como entrar com AÇÃO POPULAR cobrando uma AUDITORIA SOBRE A EXTRAÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E CONTABILIDADE DO NIÓBIO. Aliado a isso, provocar PROTESTOS para criar FORÇA DE PRESSÃO porque só com artigos quem está envolvido faz de conta que não lê. Outra sugestão é que Dr Adriano Benayon; Dr.ª Guilhermina Coimbra; o Almirante Gama e Silva; o Gal. Torres de Melo entre outras pessoas, façam um périplo através do país, apresentando essa situação e cobrando MOBILIZAÇÃO SOCIAL. TEMAS SUGERIDOS: 1) ÉTICA 2) NIÓBIO 3)SOBERANIA NACIONAL E RESERVA RAPOSA SERRA DO SOL 4) ÁGUA 5)PRINCIPAIS RESERVAS ESTRATÉGICAS DO BRASIL E A ESCASSEZ MUNDIAL – SITUAÇÃO DE RISCO.

Obs. Nas palestras enviar convites para o governo (Executivo;Legislativo e Judiciário)e para a oposição.

O tempo URGE!

Salvador,01 de Dezembro de 2011

Atenciosamente

Alírio Cavalcanti

Estou perplexo. Também nunca tinha ouvido algo sobre o nióbio, lamentável descobrir que nossa atenção está sendo desviada para futilidades enquanto nosso país é tratado como colônia mundial, privilegiando meia dúzia de “empresários brasileiros” e estes, “alimentando” o restante do país com migalhas… Pombos brasileiros, é o que somos no momento. Nas forças armadas, os estudiosos e cientistas, tanto civis como militares apagam um incêndio por dia, fazendo um equipamento antes unifuncional; tornar-se multifuncional. Fazendo uma centrífuga de enriquecimento de urânio ficar apoiada sobre mancais eletromagnéticos causando espanto na comunidade científica mundial (leiam em http://super.abril.com.br/ciencia/yes-temos-uranio-446425.shtml). Nós brasileiros somos capazes, vamos nos mobilizar! Podem contar comigo.

Fiquei sabendo desse metal precioso hoje!Pois me mandaram a matéria sobre o NIÓBIO(Amigo de Gestão Ambiental),a única forma de todos saberem sobre o NIÓBIO é fazer uma divulgação em massa,pois se todos ficarem a par do assunto,chega na mídia e começam a haver mobilizaçõe em todo o país.BASTA!!!NÃO A EXPLORAÇÃO ILEGAL DO NIÓBIO!!!BASTA!!!O NIÓBIO É NOSSO!!!NÃO SUCATEIE!!

SOCORRO! Temos que espalhar feito uma epidemia essas noticias e fazer o máximo para que o povo brasileiro até mesmo o mais ignóbil saiba que nossos políticos fazem de nosso povo, tanta riqueza e eles o que fazem?

Deitado eternamente em berço esplêndido!!!!! Precisa-se dizer mais alguma coisa?
Para que serve o Ministério da Defesa? Defender quem ou o que? Onde está a tal Lei de Segurança Nacional? Será que temos ainda algum brasileiro no comando do Brasil?

Quando o Brasil vai deixar de ser colonia,por vender suas riquesas minerais para outros paizes,ao invez exportar minerios , o Brasil deveria importar industrias ,para gerar empregos aqui no sso país.

Pois é,americanos,ingleses,chineses,russos todos levam o nosso nióbio a preço de banana do nosso país.Fico triste porque nós moramos em um país tão rico, em recursos naturais e o povo vivendo a beira da miséria,sendo lesado,enganado,pelas autoridsdes politicas desse país.Espero que haja um movimento para que todo brasileiro tome conhecimento desse grande TESOURO que temos em mãos, o NIÓBIO e como nós somos imitadores dos americanos, digamos:”QUE DEUS ABENÇOE O BRASIL” e que verdadeiramente haja “ORDEM E PROGRESSO”.

O sr;eneas era médico cardiologista adivinha de que ele morreu!!!!!!!!

como diz boris casoi isto e uma vergonha a nossa maior riqueza sendo roubada por gringos, o nosso niobio mas valioso que o ouro proporcialmente falandonos temos a maio reserva do mundo e eles estão levando tudo e o pior com a permisão dos nossos politicos.
nos somos ricos so falta administradores.
somos autos sustentaveis em todos os centidos.
fica aqui registrado minha indignação.

Somos roubados de coisas que nem sabemos a existência, será que não tem Brasileiros dignos e honestos para estancar esta roubalheira toda?Seria o Povo culpado por não saber de tamanhas riquezas?
Estou muito trite por sermos um país de pobres, que poderiam ter casa e comida na mesa, sem precisar morar em barracas…Deus , perdoai porque não sabem o que fazem, e não tem alguns poucos como o Ministro Joaquim Barbosa, menino pobre , que deu exemplo para o Mundo…

Todos nós temos o dever de passar adiante essa preciosa informação, então compartilhando na paginas de nossos amigos das redes sociais,essa maneira é uma forma de colocar a população brasileira a par dos interesse da nossa nação, já estou passando adiante.

Já conhecia o assunto, mas faltava uma mobilização. Agora, vamos começar com as articulações, convocando a sociedade civil, as autoridades constituidas, as escolas a imprensa e todos pesquisadores. Parabéns pelo artigo. O Instituto de Ciência e Tecnologia Regional e a Escola Técnica Regional encontram-se à disposição para deflagramos uma campanha nacional em prol da segurança do patrimônio nacional. Com certeza haverá ganhos para garação de emprego e renda, além da sustentabilidade da economia nacional e garantia social. Nossos filhos, netos e bisnetos também serão beneficiados, se agirmos com equidade e fé em Deus.

É de suma importância que seja deflagrada uma campanha nacional para divulgação do nióbio e, principalmente a responsabilização das autoridades perante o produto e a produção nacional, gerando grandes divisas para o Brasil e geração de emprego, renda e sustentabilidade econômica e social. Estou à disposição para a pesquisae a divulgação através do ICTR – Instituto de Ciência e Tecnologia Regional, com sede em Pernambuco – BR. Parabéns pelo artigo.

Estou muito indignado, me sinto roubado, tratado como uma criança quando lhe tomam o pirulito… O que devemos fazer é um ABAIXO ASSINADO NACIONAL como foi feito na lei da ficha limpa, para que possamos botar valores no nosso NIÓBIO e vender para quem bem entendesse ou pagasse mais. Deveria estar tremendamente valorizado na bolsa de valor.
Redes sociais, tv, jornais, toda ajuda seria bem vinda. Gostaria que um brasileiro inteligente e sabedor do fato redigisse tal manifesto e disponibilize p/ o povo assinar com CPF E RG, depois entregar tudo em Brasília. ( O mais legal é que a Globo não fala disso em e um Globo Reporte ou Fantástico da vida né!!!? )

Nióbio em resumo:
O Nióbio é utilizado basicamente para: metalúrgica (82%), eletrodos (15%) e outros (3%).
É encontrado na forma de pirocloro com concentração de apenas 3% de oxido Nb2O5

Na siderurgia o consumo é insignificante, por média de 400g por tonelada de aço (0,04%), e pode ser substituído por outros metais como: vanádio, titânio, molibdênio, tungstênio e tântalo que, isoladamente ou combinados em certas proporções, podem conferir ao produto que os contém características próximas e altamente substitutivas do nióbio. (Vanádio custa na faixa de US$ 30,00/Kg.)
O Nb está na faixa de US$ 25,00/Kg e o consumo mundial foi de 90.000 ton em 2008.

Logo, ninguém vai pagar mais que os outros metais pelo Nb e é necessário uma quantidade absurda de minério bruto para conseguir o óxido ou a liga de FeNb.
Os caras calcularam o valor de US$ 255,00/Kg do minério bruto porque alguém (?) falou que alguém (?) pagava.

Pode até existir coerência em desvios e etc, afinal estamos no Brasil, mas toda essa conspiração internacional para controle do Nióbio, para mim é balela.

Isso explica o PIBinho de 0,9%.

o metal mais caro do mundo, só existe no Brasil

Comente este artigo

(obrigatório)

(obrigatório)