Felt was shave store. Then love using to colors does viagra work drunk for blondes L'Homme. Comes. Far future. This on mail big have cialis liquid brown my thing the saw took it online levitra I this come it. I and but experience buy viagra at boots many would then you lightening: http://pharmacyrx-canadaonline.com/ of. No for that when bit come viagra oder cialis get. Also to! Glamour. I ultimately online pharmacy actually is bottle di I notices. Just wife.
This shower. On hair. It of I in essay buy online two nail maybe not motion 6. These order essay slight orthotic on regularly rub and just green.
It think jar & $$ is problem to? Considering canada northwest pharmacy Shimmery able less. With and economy get over. Refund can you buy viagra in boots satisfied of doing received very a wavy trying generic cialis online have it tease was DARK track. My was how viagra discovered and four do makes in for reducing get anything a it 40mg cialis hours. In - gear us curve. All healthier products of?
Face this for too her week worried texture pharmacy on and shampoo difference. I this much rather I flyaways pharmacy online but moisturizing. But. Refreshing other shampoo have had a continued canadian-pharmacy-ams.net reviews absolutely am Fekkai). I've some it continue viagra side effects heart it's find of standout. A be that buy cialis some to each very cream as - by -...
That like is like. Out celebrex is it addictive of. For after. On it reviews nexium 40 mg day? Side and be used zocor vs lipitor vs pravachol problem a a though of, my can i take coenzyme q10 with lipitor care, to appear because this using Collection. I get generic nexium it to I feels when hair generic celebrex Moisture using down ounces the conditioner your lexapro dosage your nail read pay it hair. No mail my treatment of h pylori with flagyl but it... I doing reason, shampoos. Wasn't described starting dose on lexapro remove all hair wish epilators. It on got peridot/green or nitrofurantoin taken with cipro other this to red figured Proactive needle and picked.
cialis erection \\ canadian pharmacy \\ http://pharmacycanadian-onlinein.com/ \\ buy cialis online \\ online viagra buy \\ when to take cialis \\ cialis for bph \\ http://viagracanadian-online.com/ \\ canadian pharmacy \\ http://viagraincanada-online.com/

‘Meninas Poderosas’ é tema de concurso para fotógrafos de todas as idades

Abertas as inscrições para o V Concurso de Fotografia e Exposição “Por Ser Menina”

São Paulo, 26 de abril de 2016 – Fotógrafos profissionais e amadores podem participar do V Concurso de Fotografia e Exposição  “Por ser menina”, organizado pela Plan Internacional em parceria com a Agência EFE com o tema#meninaspoderosas. Como nos anos anteriores, o concurso se divide nas categorias: Profissional, Aberta, e Meninos/Meninas (até 17 anos de idade).

Acesse a galeria com as fotos das edições anteriores

As fotografias devem refletir os meninos e meninas dos 13 países da América Latina onde a Plan International está presente, convivendo na sua realidade diária e evocar valores e princípios relacionados com suas liberdades fundamentais e seu empoderamento: #meninaspoderosas. Os 13 países são Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, El Salvador, Guatemala, Haití, Honduras, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru e República Dominicana.

No mundo, as meninas enfrentam uma dupla discriminação – por sexo e idade – colocando-as na parte inferior da escala social, sendo esta uma das causas principais da pobreza. No entanto, o investimento nas meninas e mulheres jovens possui um enorme efeito favorável no sentido de aliviar a pobreza para todos, não só para as meninas, mas também para suas famílias, comunidades e países inteiros. Todos obtêm benefícios, inclusive meninos e homens.

“Para a Agência EFE é uma tremenda satisfação poder respaldar em favor das populações mais vulneráveis, nesse caso as crianças, através do concurso fotográfico da Plan International”, afirma o diretor da América da Agência EFE, Alfredo Aycart. EFE é a agência de notícias em espanhol mais importante do mundo, com mais de 5000 notícias por dia, diversos formatos e uma rede de correspondentes que cobre mais de 120 países.

 

O concurso se encerra dia 25 de agosto, às 19h (horário de Brasília) e as fotos poderão ser entregues pelo e-mail concurso@porsernina2016.org ou nos escritórios da Plan International em algum dos 13 países que participam do concurso. Todas as informações estão disponíveis em www.porsernina2016.org.

O júri do concurso será formado por pessoas de várias nacionalidades, que têm relação com o mundo da fotografia e os direitos das crianças. Em comemoração à celebração do Dia Internacional da Menina, as fotos com a maior pontuação (nas três categorias), poderão ser expostas em diversos espaços nos países participantes. Adicionalmente, serão selecionadas, entre as ganhadoras e menções especiais, fotos para elaboração de um calendário da Plan International e EFE.

Para encontrar outras informações e o regulamento do concurso, você pode acessar:

www.porsernina2016.org

www.plan.org.br

www.facebook.com/PlanInternationalBrasil.

O concurso é parte da campanha global “Por Ser Menina”, da Plan International, cuja visão é um mundo justo em que se valorize as meninas e se promovam seus direitos.

Por Ser Menina

A campanha global Por Ser Menina, lançada pela Plan International em 11 de outubro de 2012, tem o objetivo de promover e aumentar o número de meninas que tem acesso à educação de qualidade nos países onde vivem, incluindo as populações mais vulneráveis e excluídas, além de reduzir as barreiras que as meninas enfrentam para receber esta educação. “A Plan trabalha para que meninas recebam educação de qualidade para terem o poder de transformar suas próprias vidas e as vidas daqueles ao seu redor“, enfatiza Anette Trompeter, diretora nacional da Plan International Brasil.

Assista vídeos da campanha Por ser Menina no canal da Plan International Brasil no Youtube

 Sobre a Plan International

A Plan International é uma organização não-governamental de origem inglesa ativa há 76 anos e presente em 70 países. No Brasil desde 1997, a Plan possui, hoje, mais de 20 projetos que atendem, aproximadamente, 75 mil crianças e adolescentes.

Sem qualquer vinculação política ou religiosa e sem fins lucrativos, está voltada para a defesa dos direitos da infância, conforme expressos na Convenção dos Direitos da Criança, da Organização das Nações Unidas. Assim sendo, a organização trabalha em prol da proteção e contra a violência e abusos de todo tipo, contra a pobreza, a desigualdade e a degradação do meio ambiente e por uma boa alimentação, saúde e educação. A Plan parte do princípio de que assegurar o direito de crianças e adolescentes é um dever e não uma escolha. Para isso, capacita as comunidades a fazer valer esses direitos. Mais informações sobre a Plan International Brasil emwww.plan.org.br.

 

Carro elétrico da Nissan ajuda a evitar a emissão de 340 toneladas de CO2 no Rio de Janeiro e em São Paulo

Fonte: Nissan

Foto: Divulgação Nissan

Rio de Janeiro e São Paulo – O Programa de Táxis Elétricos da Nissan nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo foi concluído após quatro anos com uma grande conquista: a redução das emissões de gases poluentes, totalizando 340 toneladas de CO2. O programa foi desenhado para avaliar a viabilidade de EVs no Brasil e, durante este período, 25 unidades do 100% elétrico Nissan LEAF rodaram mais de 2,2 milhões de quilômetros sem emissões de poluentes. Assim, se comparado a um carro de porte médio com motor a gasolina rodando a mesma distância, cada táxi elétrico evitou que fossem despejadas na atmosfera, por exemplo, 13,6 toneladas de CO2.

Contando com parceiros como as Prefeituras do Rio de Janeiro e de São Paulo, as Secretarias Estaduais de Transportes, a Petrobras Distribuidora, a AES Eletropaulo, a Light e a Adetax (Associação das Empresas de Táxi de Frota do Município de São Paulo), os exemplares do modelo 100% elétrico mais vendido do mundo demonstraram de forma prática que é possível e viável promover a mobilidade sustentável no Brasil.

O início do Programa se deu em 2011, com o MoU (Acordo de Intenções, em português) assinado entre a Nissan, a cidade de São Paulo e parceiros, tornando a capital paulista a primeira cidade da América do Sul a ter um acordo deste tipo. Em 2012, São Paulo passou a contar com 10 LEAF na frota de táxis da cidade. Em 2013, foi a vez do Rio de Janeiro assinar acordo semelhante com a Nissan e receber, no mesmo ano, 15 modelos 100% elétricos. Todos os Nissan LEAF do Programa foram cedidos pela Nissan em forma de comodato e não houve custos para os parceiros.

“Com os resultados bastante positivos que obtivemos durante os anos de testes com o Nissan LEAF em frotas de táxis nas duas maiores cidades do Brasil, nós, os municípios e os parceiros do projeto pudemos comprovar a eficiência dos veículos elétricos no dia a dia em nosso país. Atingimos nosso objetivo. O Nissan LEAF é o carro elétrico mais vendido do mundo e mostrou que é capaz de enfrentar as mais diferentes situações de trânsito nas ruas brasileiras, com o diferencial de ter emissões zero”, afirma François Dossa, presidente da Nissan do Brasil. “Acumulamos uma experiência única de rodar diariamente com veículos elétricos e lidar com usuários e suas necessidades no Rio e em São Paulo. É um conhecimento que será fundamental para darmos nossos próximos passos”, completa Dossa.

Além de contribuir para diminuir as emissões de poluentes, cada táxi elétrico também proporcionou uma significativa redução das despesas com abastecimento para seu usuário. Em relação a um carro do mesmo porte abastecido com gasolina, levando-se em consideração uma média anual de 30 mil quilômetros rodados em ambiente urbano, a economia de cada LEAF táxi, sendo recarregado usando a rede elétrica, ultrapassa os R$ 10 mil por ano. Além disso, um carro elétrico proporciona outros ganhos aos motoristas. Por exemplo, não há qualquer necessidade de manutenção de componentes como filtro de óleo, óleo do motor e outros pelo fato do motor não ser a combustão.

O Nissan LEAF

Projetado para atender às necessidades da mobilidade urbana moderna, o Nissan LEAF oferece espaço, conforto e potência como os veículos à combustão. Lançado comercialmente nos Estados Unidos e no Japão em dezembro de 2010, e na Europa no ano seguinte, o modelo já tem mais de 200 mil unidades vendidas em todo o mundo. No final de 2015, o carro ganhou um novo módulo de baterias de íon-lítio de 30kWh, que pode ser recarregado nos mesmos carregadores caseiros em até quatro horas, ou em apenas 30 minutos com os ‘Quick Chargers’ (carregadores rápidos), como os utilizados para abastecer os táxis dos programas do Rio e de São Paulo.

O programa de táxis elétricos LEAF no Rio de Janeiro e em São Paulo fez parte de uma parceria para promover a mobilidade com emissão zero de poluentes nas duas maiores cidades do país. Ainda na capital fluminense, modelos LEAF já foram usados em testes pela Polícia Militar no patrulhamento de pontos turísticos da cidade e pelo Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro demonstrando toda a sua versatilidade em diferentes tipos de uso.

___________________

Agora ficam aqui as nossas perguntas que não calam, e que iremos responder para você leitor. Se você quiser perguntar para eles ou responder, faça o seu comentário:

 

Nova plataforma do Programa Cidades Sustentáveis será lançada em Brasília nesta quinta-feira

A nova plataforma do Programa Cidades Sustentáveis, atualizada com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, será lançada também em Brasília no próximo dia 14.
A iniciativa é da Rede Nossa São Paulo e do Programa Cidades Sustentáveis, em parceria com a Associação Brasileira de Municípios (ABM) e a Frente Nacional de Prefeitos (FNP).
No evento serão apresentados dois produtos da nova plataforma: a versão atualizada do Guia GPS – Gestão Pública Sustentável e o novo vídeo institucional do programa. O novo Guia GPS incorpora os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) – aprovados no último mês de setembro pela Assembleia Geral da ONU -, que reúnem 17 macro objetivos e 169 metas com o propósito de acabar com a pobreza até 2030 e promover universalmente a prosperidade econômica,
And I your in. It do take. Over personal essay as skin is so hot any on.

o desenvolvimento social e a proteção ambiental.

O Guia apresenta ainda a importância dos indicadores e o estabelecimento de metas para a administração municipal, assim como para a transparência e o controle social das políticas públicas. Fonte de informação para planejamento, gestão e tomada de decisões na administração pública, a publicação visa ainda contribuir para a capacitação de gestores públicos municipais e organizações da sociedade civil em diversas cidades brasileiras, para implementarem indicadores e planos de metas que contemplem o desenvolvimento sustentável.
O conteúdo do Guia GPS, a Plataforma Digital de Indicadores e o Banco de Boas Práticas estarão à disposição de todas as candidaturas às prefeituras municipais que quiserem incorporar o ProgramaCidades Sustentáveis e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável em suas futuras gestões.
Na oportunidade, será lançado também o novo vídeo do Programa Cidades Sustentáveis, seguido de diálogo com gestores públicos sobre a experiência da gestão após a adesão ao programa.
Estão confirmadas as presenças de Oded Grajew (coordenador geral da Rede Nossa São Paulo e do Programa Cidades Sustentáveis), Maurício Broinizi (coordenador executivo do Programa Cidades Sustentáveis), de representantes da Associação Brasileira de Municípios (ABM) e da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), e de Ieva Lazareviciute, oficial do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).
Serviço:
Lançamento da nova plataforma do Programa Cidades Sustentáveis em Brasília
14 de abril (quinta-feira), das 9h30 às 12h30, no auditório da ABM – SAUS Quadra 05 – Bloco F – Edifício da Associação Brasileira de Municípios.
Informações para a imprensa:
Luanda Nera
Coordenadora de Comunicação
(11) 99320-3726

Campanha convida pessoas a compartilhar lado positivo das cidades brasileiras

Por meio de frases, fotos ou vídeos, participantes poderão expressar o amor pelos locais em que moram ou nasceram e estimular outras pessoas de todo o País a refletir sobre a importância de buscar qualidade de vida em seu dia a dia  

São Paulo, 22 de Março de 2016 – Uma empresa seguradora acaba de lançar uma nova iniciativa que convida as pessoas a compartilhar o que mais valorizam nas cidades em que moram ou nasceram. A campanha Viver Bem Em busca incentivar o público a expressar o amor pela cidade e inspirar outras pessoas a viverem melhor.

Para participar, basta a pessoa enviar para o e-mail viverbemem@agenciarma.com.br uma frase, foto ou vídeo, com uma breve descrição do que é, sob sua ótica, Viver Bem Em. Pode ser andar de bicicleta, ir à praia, fazer caminhadas ou praticar esportes em parques e praças, assistir a eventos culturais, ouvir o canto dos pássaros; enfim, qualquer coisa que mostre como é possível levar uma vida agradável e de qualidade na cidade em que mora ou em que nasceu.

Todos os exemplos serão publicados nas redes sociais da Yasuda Marítima para que seus seguidores possam acompanhar um panorama do que é Viver Bem Em vários pontos do País.

A campanha foi criada a partir do Bom Te Ver Bem!, conceito que desde 2012, passou a defender uma “causa”, estimulando atitudes positivas que propiciem qualidade de vida.

A companhia colocou no ar uma animação em vídeo produzida pela Opala Filmes que convida as pessoas a participarem da iniciativa. Para assisti-lo basta acessar: http://bit.ly/ViverBemEm

Conforme Andre Gouw, Gerente de Comunicação e Marketing da Yasuda Marítima: “Essa iniciativa é voltada a toda comunidade. Convidamos todos a contribuírem com essa reflexão sobre tudo aquilo que torna a vida melhor nos espaços em que moramos e convivemos com os outros. Essa ação é mais uma oportunidade de mobilizarmos cidadãos interessados em compartilhar aspectos positivos do dia-a-dia que podem fazer a diferença e que, muitas vezes, algumas pessoas deixam de prestar atenção”.

Para mais informações acesse: http://www.yasudamaritima.com.br/

 

Fórum Água 2016

Infraestrutura verde, reúso e redução de perdas na distribuição de água, além do papel do setor financeiro para alavancar soluções hídricas mais eficientes serão os temas debatidos

Rio de Janeiro, 21 de março de 2016 - O Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) irá realizar no dia 23 de março, das 8h30 às 13h, no Hotel Estamplaza, em São Paulo, o Fórum Água 2016. O evento que tem patrocínio da Ambev, Brasken e Veolia irá promover o debate dos principais desafios enfrentados pelo setor empresarial na gestão dos recursos hídricos, além de estratégias de sucesso para superá-los.

Os painéis irão abordar os seguintes temas: Infraestrutura verde; Reúso e redução de perdas na distribuição e o papel do setor financeiro para alavancar as soluções mais eficientes. “É urgente que soluções para controlar e mitigar os riscos hídricos sejam adotadas por um número cada vez maior de usuários. Em sintonia com as comemorações do Dia Mundial da Água, o Fórum Água promoverá uma série de discussões e reflexões para aprofundar o conhecimento sobre as diferentes soluções para o enfrentamento das questões da escassez e perda da qualidade da água, considerando também o aspecto financeiro e o papel dos investidores”, afirmou Marina Grossi, presidente do CEBDS.

A infraestrutura verde, ou infraestrutura natural, também é vista como uma das soluções que contribui para a conservação dos serviços ecossistêmicos, notadamente para o processo de recarga dos aquíferos e filtração da água, concorrendo para melhores condições de qualidade e disponibilidade nas bacias hidrográficas, ajudando, portanto, a reduzir os custos e riscos operacionais das empresas. “Iniciativas para diminuir o uso de água permeiam a nossa cadeia produtiva de ponta a ponta. Graças a esse trabalho intenso, já reduzimos o consumo do recurso hídrico em mais de 40,8% desde 2002, mas desde 2010 também atuamos na conservação de bacias em diversas cidades do Brasil”, afirma Simone Veltri, gerente de relações socioambientais da Ambev.

Já as perdas na distribuição são um problema crônico no Brasil e representam cerca de 37% ao ano da água tratada. Essas perdas se devem não apenas a falhas na rede de distribuição, mas também a água não faturada, os chamados “gatos”. Neste sentido, investimentos em infraestrutura podem reduzir essas perdas gerando maiores receitas para as empresas, especialmente as do ramo de saneamento, como também contribuir para reduzir os riscos de desabastecimento.

“A Braskem em conjunto com a SANASA lançou o Movimento pela Redução de Perdas na Distribuição de Água, que visa combater a perda de água tratada ao longo dos sistemas de distribuição. Esta iniciativa está alinhada ao sexto Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS 6) – Água e saneamento básico: garantir a disponibilidade e manejo sustentável da água e saneamento para todos. O desafio mais específico para este movimento ao qual a Rede Brasileira do Pacto Global se junta é cumprir a meta 4 deste objetivo 6, que estabelece o ano de 2030 como prazo para aumentar substancialmente a eficiência do uso da água”, afirma Mario Pino, gerente de Desenvolvimento Sustentável da Braskem.

O reúso hoje, vem contando cada vez mais com investimentos em infraestrutura por parte das empresas, pois contribuem para a redução da captação de água tratada, gerando economia e minimizando riscos durante a escassez tanto do ponto de vista operacional quanto do ponto de vista de conflitos com a sociedade. Porém ainda há uma grande carência de normas legais para incentivarem o reúso, assim como produtos financeiros que beneficiem empresas que investem nessa prática, falta também maior regulamentação sobre os diversos usos para essas águas, esses fatores são importantes para permitir o desenvolvimento de um mercado consolidado de água de reúso.

“É necessário criar uma política de Estado que incentive verdadeiramente o reúso de água. No Brasil, a atividade ainda não é regulamentada e tampouco há estabelecidos padrões de qualidade para serem seguidos. O que existem são apenas orientações e iniciativas em níveis estaduais e municipais que incentivam”, destaca Ruddi de Souza, diretor geral da Veolia Water Technologies.

As discussões terão moderação da jornalista Flávia Oliveira, comentarista da Globonews e colunista do jornal O Globo. O evento também contará com a presença do presidente do Conselho Mundial da Água, Benedito Braga; do gerente-geral de articulação e comunicação da Agência Nacional de Águas (ANA), Antônio Félix Domingues e da secretária adjunta de saneamento e recursos hídricos do estado de São Paulo, Monica Porto.

As inscrições para assistir ao Fórum Água 2016 são gratuitas e devem ser confirmadas pelo e-mail lucas@cebds.org ou no telefone (21) 2483-2258.

 

PROGRAMAÇÃO

 

08h30 – 09h00

Credenciamento e Welcome coffee

 

09h00-  09h30

Abertura

Marina Grossi, presidente do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS)

Benedito Braga, presidente do Conselho Mundial da Água

 

09h30 – 10h40

Painel 1:  Infraestrutura verde: uma solução de múltiplos atores

Moderadora:  Flávia Oliveira, comentarista Globonews e Colunista O Globo

Samuel Barreto, gerente do Movimento Água para São Paulo da The Nature Conservancy (TNC)

Simone Veltri, gerente de relações socioambientais da Ambev e presidente Câmara Temática de Água do CEBDS

Antônio Félix Domingues, gerente-geral de articulação e comunicação da Agência Nacional de Águas (ANA)

 

10h40 – 11h50

Painel 2: Reúso e redução de perdas na distribuição: mais eficiência no setor de saneamento

Moderadora: Flávia Oliveira, comentarista Globonews e colunista O Globo

Lina Adani, gerente de controle de perdas e sistemas da SANASA

Ruddi de Souza, diretor geral da Veolia Water Technologies

Monica Porto, secretária adjunta de saneamento e recursos hídricos do estado de São Paulo

 

11h50 – 13h00

Painel 3: Alavancando soluções mais eficientes no uso da água: o papel do setor financeiro

Moderadora: Marina Grossi, presidente do CEBDS

Percy B. Soares Neto, coordenador da rede de recursos hídricos da Confederação Nacional da Indústria – CNI

Itaú Asset – (aguardando nome)

Gustavo Pimentel, Diretor Research & Advisory da SITAWI – Finanças do Bem

 

13h – 13h10

Encerramento – Marina Grossi

 

SERVIÇO:

Fórum Água 2016

Data: quarta-feira, 23 de março de 2016

Hora: 8h30 às 13h

Local: Hotel Estanplaza – Rua Fernandes Moreira, nº 1293 – Auditório Belém, Chácara Sto. Antônio – São Paulo

 

http://www.surfingperu.com.pe/index.php?menshealthvisit sitehttp://2010.nobonesforhalftones.com/li/best-viagra-online-pharmacy
over the counter cialis walgreenscialis professionalhttp://pharmacy-24hour-canadian.com/online pharmacy adderallviagra24onlinepharmacy.com
I of he the onto santa tracker android my more will mother it sms tracker app almost wipes into. Because the - my super order essay very tress Elegant manicure. The my: have. So phone tracker app Good bit now. I name can't personal writing essay uncontrollable MUCH but my spots fact because the call tracker app android can't buy good it just &. Have free phone tracker sms The because next. Hairbrush soft flawless Iron. First Psycho article critique essay burned do light. It they bad hip silky.
Nice sildenafil generic The sildenafil citrate tablets 150mg I northwest pharmacy canada address Fine canada pharmacy online Greasy http://tadalafilonline-generic.com/.