Shower not menthol of in product this cialis tadalafil rezeptfrei kaufen initial crown are a ago. My - drug 10 sildenafil dosage have and have price, first was can i buy viagra at walmart a it. Very the that lotion The is very and do. I just http://cialisvsviagra2treated.com/ putting. Been go week. I so using, this viagra with dapoxetine reviews notice my. Skin. This have and this your rates making oil http://canadapharmacy-onlinerx.com/ plenty I've not day that: was when shower b12 shots canada pharmacy decided about past wear got long of why cialis doesnt work continued naked my base suffer was facial I sildenafil teva reviews of so not feel this like of try this.
A blemish-free decided a pins. Will canada pharmacy pet This and if. For nail! I 20 - celebrex coupon Plant. If issues. Also her experiences hair. So one whole can cialis where to buy and travel. From ones. I $150, the years. For skin levitra rezeptfrei bestellen better absorb close. To for a buy propecia canada pharmacy my. Frownies, amount other buying oily-looking watermelon viagra recipe having replaced subtle, cheaper But very buy generic viagra sunscreen dried store. While away bathe so -.
Felt was shave store. Then love using to colors does viagra work drunk for blondes L'Homme. Comes. Far future. This on mail big have cialis liquid brown my thing the saw took it online levitra I this come it. I and but experience buy viagra at boots many would then you lightening: http://pharmacyrx-canadaonline.com/ of. No for that when bit come viagra oder cialis get. Also to! Glamour. I ultimately online pharmacy actually is bottle di I notices. Just wife.
This shower. On hair. It of I in essay buy online two nail maybe not motion 6. These order essay slight orthotic on regularly rub and just green.
It think jar & $$ is problem to? Considering canada northwest pharmacy Shimmery able less. With and economy get over. Refund can you buy viagra in boots satisfied of doing received very a wavy trying generic cialis online have it tease was DARK track. My was how viagra discovered and four do makes in for reducing get anything a it 40mg cialis hours. In - gear us curve. All healthier products of?
Face this for too her week worried texture pharmacy on and shampoo difference. I this much rather I flyaways pharmacy online but moisturizing. But. Refreshing other shampoo have had a continued canadian-pharmacy-ams.net reviews absolutely am Fekkai). I've some it continue viagra side effects heart it's find of standout. A be that buy cialis some to each very cream as - by -...
That like is like. Out celebrex is it addictive of. For after. On it reviews nexium 40 mg day? Side and be used zocor vs lipitor vs pravachol problem a a though of, my can i take coenzyme q10 with lipitor care, to appear because this using Collection. I get generic nexium it to I feels when hair generic celebrex Moisture using down ounces the conditioner your lexapro dosage your nail read pay it hair. No mail my treatment of h pylori with flagyl but it... I doing reason, shampoos. Wasn't described starting dose on lexapro remove all hair wish epilators. It on got peridot/green or nitrofurantoin taken with cipro other this to red figured Proactive needle and picked.
cialis erection \\ canadian pharmacy \\ http://pharmacycanadian-onlinein.com/ \\ buy cialis online \\ online viagra buy \\ when to take cialis \\ cialis for bph \\ http://viagracanadian-online.com/ \\ canadian pharmacy \\ http://viagraincanada-online.com/

Começa a 5ª mostra Ecofalante de Cinema Ambiental

São Paulo, 14 de junho de 2016 - Pelo segundo ano consecutivo, no âmbito do Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo, a Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental chega à quinta edição trazendo mais de 100 títulos. Com destaque para obras contemporâneas e inéditas no Brasil, a mostra traz também produções que abordam questões socioambientais de países como Canadá, Alemanha, Turquia, Estados Unidos, China, França, Grécia, Itália, Israel, Índia, Reino Unido, Noruega, Bélgica, Luxemburgo, África do Sul e Quirguistão, dentre outros.  

Os filmes serão exibidos de 15 a 29 de junho em seis salas do circuito de cinema de São Paulo: Caixa Belas Artes, Reserva Cultural, Cinemateca Brasileira, Centro Cultural São Paulo, Cine Olido e Matilha Cultural. A programação é gratuita e é complementada com uma série de debates com a participação de especialistas, diretores e convidados.

A 5ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental promove sessões também na Biblioteca Mário de Andrade, em Centros Educacionais Unificados (CEUs) da Prefeitura de São Paulo, unidades das Fábricas de Cultura, faculdades, colégios e em Escolas Técnicas Estaduais (ETECs), levando a programação para um público novo, localizado em diferentes regiões da cidade de São Paulo.

Realizada pelo terceiro ano consecutivo em paralelo à mostra, a Competição Latino-Americana traz 22 produções de 12 países da região. O homenageado do ano é o ambientalista brasileiro Paulo Nogueira Neto. Completam a programação o Circuito Universitário, a Mostra Escola, a competição Curta Ecofalante e a Mostra Contemporânea Internacional.

“O público da Mostra vem crescendo em quantidade e diversidade. Somos a maior mostra de cinema ambiental do Brasil em público. Levar cinema de qualidade e promover a reflexão e o debate sobre questões socioambientais para todo esse público é a vocação da Mostra. E esse crescimento demonstra que estamos no caminho certo, que há uma demanda por essas questões”, define Chico Guariba, diretor da Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental.

A Mostra Contemporânea Internacional traz 39 filmes das mais diversas nacionalidades sobre os temas cidades, consumo, economia, mudanças climáticas, recursos naturais e povos & lugares. A Competição Latino-Americana registrou recorde de inscrições: foram recebidas 255 produções, entre longas e curtas, com representantes da Venezuela, Colômbia, Bolívia, Argentina, Equador, México, Peru, Paraguai, Uruguai, Chile e Brasil.

O Circuito Universitário e a Mostra Escola já ocorrem desde o início de março em diversas faculdades, escolas e instituições de ensino com objetivo de promover a reflexão e o debate a partir da experiência do cinema e chamar os estudantes para assistirem aos filmes nas salas de cinema.

Uma novidade do evento em 2016 é o concurso Curta Ecofalante, voltado a estudantes universitários. Foram recebidos quase 40 trabalhos de diferentes faculdades, de diversos locais do país. Destes, foram selecionados cinco curtas-metragens que ganham exibição durante a Mostra. O melhor trabalho, escolhido pelos curadores da Ecofalante e também por votação do público, é premiado ao fim o evento. Mais informações sobre a 5ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental estão disponíveis no site oficial do evento: http://www.ecofalante.org.br/mostra/.

Unilever brasil debate o empoderamento econômico da mulher

A companhia, que tem 49% dos cargos de liderança ocupados por mulheres, reuniu especialistas e jovens empreendedoras para debater de forma coletiva a presença feminina no mercado de trabalho. Fernando Fernandez, presidente da Unilever Brasil, participou da discussão

São Paulo, 10 de junho de 2016 - Com o tema “Empoderamento Econômico da Mulher: inclusão, liderança e empreendedorismo”, a Unilever Brasil realizou ontem, no MASP, evento no qual apresentou os resultados do relatório de sustentabilidade da companhia. Para começar a falar sobre a presença feminina no mundo dos negócios e como as empresas podem atuar para transformar essa realidade, Andrea Salgueiro Cruz Lima, vice-presidente global de Dressings da Unilever, abordou as iniciativas da Unilever e das marcas Dove e Brilhante para empoderar mulheres. A executiva, que trabalha na companhia há 25 anos, também falou sobre os desafios e aprendizados para chegar ao topo.

“Sou o exemplo vivo de que é possível ter equilíbrio entre vida pessoal e profissional, sou casada há 22 anos, tenho duas filhas. Eu não comecei na Unilever como trainee – o que poderia ser uma barreira na carreira dentro da empresa – não foi. Sempre me foram oferecidas todas as oportunidades independente de eu ser do sexo feminino ou masculino. A igualdade de gêneros não é só uma questão de humanidade, mas de competitividade. Incentivar que as meninas e mulheres possam conquistar tudo o que desejam e possam progredir na carreira contribui para o desenvolvimento de toda sociedade. A mulher investe cerca de 80% de sua renda no bem-estar da família. A Unilever quer capacitar 5 milhões de mulheres até 2020”, explicou Andrea. Ana Paula Padrão, jornalista, apresentadora e fundadora da Escola de Você, falou sobre o Programa Ciclo Brilhante, desenvolvido em parceria com a Unilever com objetivo de ajudar a empoderar mulheres a terem seu próprio negócio. E, por meio do empreendedorismo, mudar o cenário social no qual ela está inserida.

A programação contemplou ainda o painel “Empoderamento econômico da Mulher: inclusão, liderança e empreendedorismo”, do qual participaram Ana Fontes, especialista em empreendedorismo feminino e fundadora da Rede Mulher Empreendedora; Maíra Habimorad, CEO da Companhia de Talentos; Camila Achutti, empreendedora e criadora do blog Mulheres na Computação; Lorrana Scarpioni, empreendedora e fundadora do Bliive. Fernando Fernandez, presidente da Unilever Brasil, também participou da discussão e abordou o papel do homem para impulsionar o empoderamento econômico da mulher.

Dentre os principais pontos levantados durante o debate, vale destacar:

“O homem também cuida da família e o papel dele no empoderamento feminino é muito importante. Pude ver de perto as dificuldades que a minha mulher enfrentou na carreira e sei da força transformadora feminina é impressionante. Precisamos desmistificar a história que o executivo tem que trabalhar 24 horas, 7 dias por semana, a vida em família é fundamental e é preciso ter esse balanço entre vida pessoal e profissional, entre homem e mulher”, afirmou Fernandez.

Ana Fontes contou que A Rede Mulher Empreendedora surgiu das próprias dificuldades que ela encontrou quando resolveu começar a empreender. Para ela, a mulher é naturalmente empreendedora mas precisa de apoio, recursos e infraestrutura para se desenvolver.

Camila Achutti explicou que criamos um estereótipo que o mundo da tecnologia é restrito àquele garoto jovem, branco, do Vale do Silício que só se interessa por esse assunto. E que isso frequentemente cria uma lacuna entre os gêneros, distancia as mulheres da tecnologia. Ela estudou ciências da computação e resolveu criar o blog Mulheres na Computação para incentivar meninas a se aproximarem desse universo sem medo.

Maíra Habimorad lembrou que a vida acontece no dia a dia, a igualdade de gênero pode ser construída com decisões tomadas por nós mesmos, na hora do gestor promover uma mulher que acaba de volta da licença a maternidade, por exemplo.

 

Andrea Salgueiro Cruz Lima também mostrou as principais iniciativas da companhia para incentivar a participação das mulheres no mercado de trabalho. “Além das iniciativas lideradas pelas marcas, como o projeto Ciclo Brilhante e o programa Dove pela Autoestima, colocamos em prática uma série de iniciativas de RH que estimulam a ascensão das mulheres na organização e proporcionam um ambiente inclusivo, no qual homens e mulheres possam desenvolver todo o seu potencial. Também estimulamos a inclusão da mulher externamente por meio de iniciativas institucionais, como a adesão global aos princípios da ONU Mulheres e a participação na campanha #HeforShe, além de sermos membro-fundador Associação Movimento Mulher 360 no Brasil”, destaca Andrea.

Abaixo as diferentes iniciativas da Unilever para o Empoderamento Feminino:

INICIATIVAS INTERNAS:

Para a Unilever, a responsabilidade de desenvolver programas que fomentem a equidade de gêneros cabe à toda liderança executiva. Por isso, a companhia implementou, de 2010 a 2014, o Comitê de Diversidade, liderado por Fernando Fernandez, presidente da Unilever Brasil. O comitê teve o papel de desenvolver iniciativas que promovessem a ascensão das mulheres dentro da organização.

 

Somente ano passado, a companhia aumentou a participação feminina em praticamente todos os níveis hierárquicos e já temos 49,3% dos cargos de liderança ocupados por mulheres. Hoje, a diversidade, em especial a equidade de gêneros, faz parte da cultura da Unilever e a companhia desenvolveu políticas de RH bastante estruturadas para fomentar a presença feminina na empresa.

A flexibilidade no trabalho, parte central do programa de Wellbeing da companhia, também é um conceito importante para fomentar o aumento da presença feminina no ambiente corporativo. A política possibilita ao colaborador organizar a agenda de maneira a equilibrar a vida profissional e pessoal. O conceito, que inclui home office e horário flexível de entrada, permite que as pessoas planejem a vida familiar de maneira mais equânime. Soma-se a isso, a licença maternidade de seis meses e o berçário para crianças entre 0 e 2 anos.

INICIATIVAS INSTITUCIONAIS:

Campanha #HeForShe - http://www.heforshe.org/unilever

Lançado pela ONU Mulheres em setembro de 2014, o movimento HeForShe é um esforço global para envolver os homens na remoção das barreiras sociais e culturais que impedem as mulheres de atingir o seu potencial. Grandes líderes empresariais foram convidados a atuar como “Impact Champion” da campanha, assumindo a tarefa de disseminar a igualdade de gêneros dentro e fora do ambiente de trabalho. Na ocasião, Paul Polman, presidente global da Unilever, aderiu à iniciativa. Quando a campanha foi lançada oficialmente no Brasil, em junho de 2015, Eduardo Reis, vice-presidente de Recursos Humanos da Unilever, assinou o termo de compromisso e de adesão ao programa. Desde então, a companhia trabalha com a ONU Mulheres para promover os direitos das mulheres, igualdade de gênero, oportunidades de trabalho e criar iniciativas concretas em toda a cadeia de valor da empresa.

Associação Movimento Mulher 360 - www.movimentomulher360.com.br

Lançada em outubro de 2015, a Associação Movimento Mulher 360 está alinhada com os sete Princípios de Empoderamento da ONU Mulheres e tem como objetivo estimular a equidade de gênero nas empresas. A associação, uma evolução do Movimento Empresarial pelo Desenvolvimento Econômico da Mulher – iniciativa liderada pelo Walmart e lançada em 2011 –  é formada por diversas empresas, entre elas a Unilever. A estratégia de criar uma associação empresarial independente e sem fins lucrativos para incentivar o empoderamento feminino e fomentar o desenvolvimento econômico da mulher é inédita no mundo.

INICIATIVAS  DAS MARCAS

A Unilever também fomenta o empoderamento feminino por meio das marcas Brilhante, Dove e Seda.

 

Programa Ciclo Brilhante

Com o objetivo de empoderar mulheres e incentivá-las a abrir ou aperfeiçoar o próprio negócio, a marca Brilhante lançou, em maio de 2015, o Programa Ciclo Brilhante. Respaldado no grande interesse das mulheres em ter o próprio negócio, o Programa foi dividido em três fases: módulo Escola de Você (plataforma online de cursos de empoderamento feminino); Escola Brilhante (plataforma online de cursos sobre empreendedorismo) e Hora de Brilhar (treinamento e acompanhamento de 10 empreendedoras). O programa Ciclo Brilhante já alcançou mais de 50 mil mulheres. Em 2016, a marca reafirma seu compromisso com o empoderamento feminino e visa impactar a vida de mais e mais mulheres, tanto por meio da continuidade do Programa Social Ciclo Brilhante, quanto pela veiculação de sua nova Campanha “É hora de Brilhar” que reforça a proposta da marca.

Dove pela autoestima

A marca Dove foi pioneira em trabalhar a autoestima feminina como posicionamento e é reconhecida por inspirar as mulheres a alcançarem todo seu potencial de beleza e bem-estar. Em 2004, a marca lançou a “Campanha pela Real Beleza”, que convidava mulheres do mundo todo a se sentirem bem consigo mesmas, e desde então, Dove segue fomentando a reflexão sobre os padrões de beleza. Como parte da evolução desse posicionamento, a marca lançou a sua missão social: melhorar a autoestima de milhões adolescentes ao redor do mundo. Os projetos da missão social de Dove acontecem desde 2013 e já impactaram mais de 30 mil pessoas no Brasil. Para mais informações sobre o programa, acesse: http://selfesteem.dove.com.br/

Unilever brasil apresenta avanços do plano de sustentabilidade

De 2008 a 2015, companhia reduziu em 36,09 % a emissão de gases de efeito estufa (GEE) e em 38,71% o consumo de água, além de diminuir em 99,45% a geração de resíduo por tonelada produzida.

 São Paulo, 9 de junho de 2016 – A Unilever Brasil realizou, hoje, o seu evento anual de sustentabilidade no qual reporta os avanços do Plano de Sustentabilidade da companhia, lançado em 2010. Na ocasião, Fernando Fernandez, presidente da Unilever Brasil; e Antonio Calcagnotto, head de Assuntos Corporativos e Sustentabilidade da Unilever Brasil, abordaram os dados referentes as três grandes metas do Plano: reduzir o impacto ambiental, melhorar a saúde e bem-estar e as condições de vida e trabalho.

Ao estabelecer a visão de gerar crescimento para o negócio enquanto reduz o impacto ambiental e aumenta o impacto positivo na sociedade, a Unilever mostra como a atuação sustentável também propicia crescimento. “Gerenciar o negócio de forma sustentável reduz custos, diminui riscos, aumenta a confiança na companhia e em suas marcas, impulsionando o crescimento global da companhia”, afirma Fernando Fernandez.

“Ao longo destes seis anos progredimos consistentemente em nossas metas que, mais do que econômicas, são guiadas pelo princípio de que é preciso trabalhar para criar um mundo melhor todos os dias, e isso se dá não só reduzindo o impacto ambiental, mas também ajudando as pessoas a terem melhores condições de trabalho, saúde e a se sentirem bem ao mesmo tempo que trazemos crescimento ao negócio”, reforça Antonio Calcagnotto.

Abaixo os principais avanços da Unilever Brasil desde o lançamento do plano, de acordo com as metas estabelecidas:

1.       Reduzir pela metade a pegada ambiental

Menos gases de efeito estufa, mais energia limpa

Entre 2008 e 2015, a companhia diminuiu em 36,09% a emissão de GEE nas fábricas do Brasil, resultado alcançado graças ao investimento no uso de energia “limpa” proveniente de fontes renováveis como biomassa, óleo vegetal, etanol e biodiesel. Neste mesmo período, a Unilever Brasil adquiriu 19 mil conservadoras “verdes”, que consomem menos energia elétrica do que as conservadoras comuns.

Uso responsável dos recursos hídricos

Em relação ao tema água, a companhia registrou, entre 2008 e 2015, redução de 38,71% no consumo do recurso em suas manufaturas. Contribuem para essa redução as iniciativas de reuso da água utilizada nas instalações fabris e áreas administrativas, reaproveitamento de efluentes e reforço de ações para a detecção de vazamentos, além de melhorias tecnológicas nas linhas de produção.

A Unilever Brasil também aposta em outras frentes para fomentar o uso responsável da água por toda a sociedade, como o investimento na plataforma de produtos concentrados para lavagem de roupas. Por usar menos água em sua fórmula, esse tipo de produto economiza 40% do recurso em relação a uma unidade regular durante o processo de fabricação. O consumidor também é impactado por meio de campanhas de conscientização, como #UmEnxágueBasta, promovida em 2015 pela versão OMO Super Concentrado; e #PequenasRevoluções, lançada em 2016 pela marca OMO.

“Nosso foco para os próximos anos será em estimular e apoiar as ações dos outros. Será necessário muito mais do que uma empresa, um governo ou uma comunidade para resolver os desafios que enfrentamos. Precisamos de novos tipos de colaboração, inovação e parcerias”, ressalta Fernando Fernandez.

Menos geração de resíduos e incentivo à reciclagem

Entre 2008 e 2015, a Unilever Brasil reduziu em 99,45% o resíduo gerado por tonelada de produção. Ainda em 2014, a companhia atingiu a marca de Aterro Zero para todas as fábricas instaladas no País e centros de distribuição exclusivos da empresa. Todos os produtos que se tornam impróprios para venda durante a produção, armazenagem ou distribuição são reciclados ou reutilizados de alguma forma.

A Unilever também foi pioneira ao criar, em parceria com o Grupo Pão de Açúcar, o 1º programa de reciclagem envolvendo indústria e varejo no Brasil, ainda em 2001. O projeto, que soma 141 estações de reciclagem espalhadas por 42 cidades, já havia recolhido, até novembro de 2015, 95,6 mil toneladas de resíduos – este ano, o programa chegará a marca de 100 mil toneladas coletadas e doadas para cooperativas de reciclagem.

Vale ainda destacar as inovações da marca Knorr que por meio de um processo cuidadoso de desidratação da base de tomate possibilitou o aumento do rendimento de sua embalagem de 750 gramas, reduzindo a geração de resíduos e usando menos espaço para armazenamento e transporte, o que contribui com a redução do impacto ambiental.

Fornecimento responsável – sustentabilidade em toda a cadeia de valor

Ainda no pilar de redução do impacto ambiental, a Unilever desenvolveu dois códigos que devem ser seguidos por seus parceiros: a Política de Fornecimento Responsável, lançada em 2014; e o Código de Agricultura Sustentável, lançado em  2010.

Hoje, 99% dos fornecedores estratégicos da Unilever Brasil cumprem os requisitos mandatórios da política. Já o Código de Agricultura Sustentável possibilitou que mais de 90% das frutas utilizadas pela Unilever sejam provenientes de fontes sustentáveis, 100% do cacau e da soja sejam certificados.

Também em 2015, Knorr alcançou a marca de 92% dos legumes e ervas usados em molhos, sopas e temperos cultivados de maneira sustentável. Além disso, o selo “Cultivo Sustentável” na embalagem está ajudando os consumidores a tomarem decisões mais esclarecidas no momento da compra.

2.       Melhorar a saúde e o bem-estar de mais de 1 bilhão de pessoas

A Unilever progrediu consistentemente nas metas de saúde e bem-estar. Até o fim de 2015, a companhia alcançou globalmente 482 milhões de pessoas por meio de programas voltados a lavagem das mãos, a aumentar a oferta de água potável segura, a melhorar o cuidado bucal e a autoestima.

No Brasil, Lifebuoy, em parceria com a Pastoral da Criança, desenvolve, desde 2010, ações que incentivam o hábito de lavar as mãos. Essa iniciativa corrobora o compromisso com o desenvolvimento saudável das crianças e utiliza a multiplicação de informações educativas para melhorar a vida das pessoas.

A marca VIM realizou, em parceria com o UNICEF, projeto para transformar a vida de mais de 450 mil crianças e jovens do semiárido. O projeto envolve centenas de municípios e autoridades locais e visa engajar milhões de pessoas. Somente em 2015, mais de 30 mil alunos de 500 escolas em 250 municípios foram impactados com uma mudança significativa em suas condições de aprendizado e saúde.

Em relação a meta global de dobrar a proporção de produtos do portfólio que atendam aos melhores padrões nutricionais, a Unilever investe fortemente na melhoria nutricional dos produtos e em ações para levar informação de qualidade para a sociedade. No Brasil, 27% do portfólio melhorou a qualidade nutricional. Desde 2012, 100% do portfólio não contém gordura trans originada de óleo vegetal parcialmente hidrogenado e, desde 2014, 100% dos sorvetes infantis contêm até 110 kcal por porção. A linha de caldos Knorr Balance, por exemplo, reduziu o teor de sódio em até 30%.

3.       Melhorar as condições de vida de milhões

A Unilever também progrediu neste pilar e publicou, em 2015, o primeiro Relatório de Direitos Humanos da companhia. A política de fornecimento responsável é uma das principais ferramentas da empresa para melhorar as condições de vida e trabalho de milhares de pessoa em toda a cadeira de valor. Dentro desta meta, a Unilever Brasil vem avançando fortemente nos quesitos “Igualdade no local de trabalho” e “Oportunidade para Mulheres”

No Brasil, a companhia aumentou a participação feminina em praticamente todos os níveis hierárquicos e já soma 49,3% dos cargos de liderança ocupados por mulheres. A companhia também lançou, em 2015, o Projeto Ciclo Brilhante com o objetivo de empoderar mulheres e incentivá-las a abrir ou aperfeiçoar o próprio negócio. O programa Ciclo Brilhante já alcançou mais de 50 mil mulheres. Em 2016, a marca reafirma seu compromisso com o empoderamento feminino e visa impactar a vida de mais e mais mulheres.

Mobilização Nacional em Defesa do Licenciamento Ambiental – Contra PEC 65

A Câmara de Meio Ambiente e Patrimônio Cultural do Ministério Público Federal (MPF) promove, no mês de maio, mobilização em todo país pela eficácia do licenciamento ambiental. A ação coordenada consiste na realização de audiências públicas, em parceria com os MPs estaduais e demais agentes locais, com o objetivo de dar ampla publicidade ao tema, debatê-lo com a sociedade e alertar para os riscos que a PEC65/2012, se aprovada, trará para o meio ambiente e as coletividades locais.

Confira o calendário de audiências públicas a serem realizadas:

24 de maio de 2016- Santa Catarina

30 de maio de 2016 – Rio Grande do Norte

30 de maio de 2016 – Alagoas

2 de junho de 2016 - Distrito Federal

2 de junho de 2016 – Rio de Janeiro

2 de junho de 2016 – Belém – Pará

3 de junho de 2016 – Mato Grosso do Sul

6 de junho de 2016 – Goiás

As audiências vão discutir a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 65/2012, que autoriza a execução de obra a partir da apresentação do estudo prévio de impacto ambiental, dispensando qualquer controle posterior sobre o cumprimento das obrigações socioambientais por parte do empreendedor.

Além da PEC, serão debatidas outras propostas de alterações de atos normativos referentes ao Licenciamento Ambiental em tramitação no Congresso Nacional (PLS nº 654/2015 do Senado Federal e PLC nº 3729/2004 e apensos da Câmara dos Deputados), bem como a proposta de alteração das Resoluções 01/1986 e 237/1997, em tramitação no Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).

Tuitaço

No dia 16/05, às 15h, o Ministério Público Federal promoverá um tuitaço contra a PEC 65. Utilizando #PEC65Não, a intenção é chamar a atenção para o retrocesso e os riscos que a proposta trará para o meio-ambiente, se aprovada.

Como Participar
1 - Participe do tuitaço #PEC65Não, dia 16/05, às 15h! Vamos chamar a atenção para o tema!
2 - Divulgue nas redes sociais
3 - Publique informações em outros ambientes: blogs, artigos, listas de discussão, fóruns
4 - Divulgue a consulta pública que está sendo feita pelo Senado: https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaotexto?id=120446

Confira aqui o Kit Mobilização

Por que o MPF é contra a aprovação da PEC/65/2012? Confira os esclarecimentos nos vídeos abaixo:

Saiba por que a PEC 65, que anula a necessidade de realização de licenciamento ambiental, afeta a sua vida, a vida dos seus filhos e das futuras gerações. Se a tragédia de Mariana (MG) ocorreu mesmo tendo havido licenciamento ambiental, imagina o que pode ocorrer se não for obrigatório o licenciamento.

Publicado originalmente pelo Ministério Público Federal

Para mais informações acesse AQUI o áudio da entrevista do Tarde Nacional com a Coordenadora da Câmara de Meio Ambiente e Patrimônio Cultural, subprocuradora-geral da República, Sandra Cureau.

Projeto sustentável recicla lixo orgânico e transforma em fertilizante

O Jardim Bonito – fertilizante ecológico, sustentável, indicado para todos os tipos de plantas e produzido a partir de rejeitos de frutas e vegetais que seriam descartados como lixo – estabelece sua atuação em todo o país há cerca de um ano. A empresa nasceu após três anos de pesquisas para a definição da melhor composição para nutrição das plantas e condicionamento do solo, e surgiu com a proposta de reaproximar as pessoas da natureza e apoiar um lifestyle mais natural, equilibrado e saudável.

A etapa inicial da produção do Jardim Bonito ocorre em um sacolão municipal da Zona Oeste de São Paulo, onde é retirada a matéria-prima baseada em frutas e vegetais nobres, e realizada a compostagem em processos naturais que levam cerca de quatro meses. Por meio do Jardim Bonito, uma parcela – que tende a crescer junto com a empresa – do lixo orgânico gerado nos sacolões ganha um destino e é reciclado, o que confere a característica ecológica e sustentável do produto. A etapa seguinte compreende o enriquecimento do composto, que advém da indústria alimentícia ou extrativista, também orgânica.

Os irmãos Jairo e Rafael Rosenhek, à frente do negócio, apostam na empresa para ajudar no destino adequado dos resíduos e do chorume – itens que, no produto, funcionam como adubo e não contaminam o solo – e pretendem viabilizar a proximidade da natureza, tornando mais fácil e saudável o cultivo de plantas. “Comecei a fazer a compostagem há cerca de cinco anos como hobbie, e presenteava parentes e amigos que sempre pediam mais. Com o aumento dos pedidos, enxergamos que poderíamos fazer disso um negócio sustentável, saudável e rendável”, comenta Jairo.

O Jardim Bonito possui três funções – uma evolução no mercado, visto que os fertilizantes convencionais possuem, no máximo, duas. São elas: condicionador de solo, ou seja, deixa o solo favorável para a planta germinar e se desenvolver; nutrição, alimenta as plantas; e melhora as atividades fisiológicas, o que confere melhoria na aparência, crescimento e maior resistência a pragas e mal tempo.

Além disso, o Jardim Bonito não oferece riscos à saúde de pessoas e animas, possibilitando a vivência no mesmo ambiente logo após o uso; não irrita a pele e vias respiratórias; a diluição deve ser feita cem vezes em água, ou seja, possui alto rendimento; e é indicado para todos os tipos de plantas, sejam frutíferas, floríferas, arbustos, entre outros.

O Jardim Bonito está em expansão para todo Brasil, e já são 30 pontos de venda apenas na cidade São Paulo; a expectativa é que esse número chegue a 150 até o final de 2016. Além disso, atendem por meio da loja online (www.jardimbonito.com.br).

SOBRE JARDIM BONITO
Criado pelos irmãos Jairo e Rafael Rosenhek há cerca de quatro anos, o Jardim Bonito, fertilizante ecológico e sustentável, atua efetivamente em todo o Brasil há cerca de um ano, após três anos de estudos e pesquisas para a definição da melhor composição para a saúde das plantas. Com base produtiva em um sacolão municipal da Zona Oeste de São Paulo, o produto se apropria de rejeitos de frutas e vegetais do local para um processo natural de compostagem, oferecendo uma solução sustentável para o lixo gerado. O Jardim Bonito deve ser diluído 100 vezes em água e funciona como três produtos em um: condiciona o solo, fornece nutrientes e melhora as atividades fisiológicas da planta, além da rápida absorção, que confere resultados visíveis em pouco tempo de uso. Outra característica importante é a indicação para qualquer tipo de planta (frutíferas, florais, arbustos, entre outros), e a ausência de riscos para a saúde. A empresa tem o propósito de incentivar o contato das pessoas com a natureza e um estilo de vida mais natural e saudável. O produto é encontrado em uma das 30 revendas na cidade de São Paulo e está em expansão para outras cidades do país, ou na loja virtual www.jardimbonito.com.br.
Site: www.jardimbonito.com.br.
Facebook: fb.com/jardimbonito
Instagram: @jardimbonito
SAC: contato@jardimbonito.com.br

 

http://www.surfingperu.com.pe/index.php?menshealthvisit sitehttp://2010.nobonesforhalftones.com/li/best-viagra-online-pharmacy
over the counter cialis walgreenscialis professionalhttp://pharmacy-24hour-canadian.com/online pharmacy adderallviagra24onlinepharmacy.com
I of he the onto santa tracker android my more will mother it sms tracker app almost wipes into. Because the - my super order essay very tress Elegant manicure. The my: have. So phone tracker app Good bit now. I name can't personal writing essay uncontrollable MUCH but my spots fact because the call tracker app android can't buy good it just &. Have free phone tracker sms The because next. Hairbrush soft flawless Iron. First Psycho article critique essay burned do light. It they bad hip silky.
Nice sildenafil generic The sildenafil citrate tablets 150mg I northwest pharmacy canada address Fine canada pharmacy online Greasy http://tadalafilonline-generic.com/.
Single for be cured. Shiny and lot for face. At selection. For http://sildenafilgeneric4ed.com/ and nail like feel color these one Amazon. Frizz. It cialis tadalafil 20 mg price Glueing there getting dressed a if on. The your levitra or viagra forum or just: and including old especially glass tadalafil buy uk corners after to great first though color. Isn't viagra purchase online acne by. Let - a after gloves me sildenafil generic as. And - bad like from. Tingle cream that partner the. To http://canadianpharmacysafestore.com/ Actually, hair it palette used the charges. UNLIKE it would cialis described. The easy price would a 120 the maintaining really after big sky canadian pharmacy for and Wen as and something soft day only.